Propriedade de caça em Lozère

Ordem n.° 708
Construído
Couto de caça
6.550.000 €

Esta propriedade florestal, com uma área total de 987 ha, é composta por cerca de 804 ha de floresta e talhadia, 183 ha de charneca e diversos edifícios que são utilizados como casas de campo e de habitação. 

O conjunto está inteiramente vedado.

 

A propriedade está situada a 40 minutos de Mende, 1h30 de Clermont-Ferrand e 2h30 de Lyon e de Montpellier.

 

A área edificada é composta essencialmente por um lodge com cerca de 350 m² habitáveis, que inclui:

  • No rés do chão: uma cave com 200 m² com sala de caldeiras, gerador elétrico, lavandaria, cave de vinhos, área técnica, sala de corte, armaria;
  • Ao nível térreo: uma sala de jantar, cozinha, apartamento privado (dois quartos e duas casas de banho), sala de estar, escritório, um quarto e uma casa de banho, terraço coberto;
  • No primeiro andar: 4 quartos e respetivas casas de banho, mezzanine.

E por uma casa de campo com 80 m² e que inclui cozinha, sala de estar, dois quartos com casa de banho e dois outros quartos em mezzanine.

 

A parte florestal é uma antiga floresta de faias, onde atualmente as espécies dominantes são os pinheiros-silvestres e as faias. Encontram-se ainda abetos, bétulas e alguns abetos-brancos.

O objetivo atual é a produção de madeira, com a regeneração natural dos povoamentos e, paralelamente, a gestão dos povoamentos de forma irregular.

Deste modo, o maciço florestal é composto por 8 tipos de povoamentos:

  • Mistura de pinheiro-silvestre e faia em cerca de 405 ha;
  • Alto fuste adulto de pinheiro-silvestre: 137 ha;
  • Talhadia de faia: 54 ha;
  • Alto fuste irregular com uma mistura de pinheiro-silvestre, faia e abeto: 38 ha;
  • Alto fuste adulto de abeto: 7 ha;
  • Povoamento pouco denso após corte: 77 ha;
  • Povoamento muito pouco denso de pinheiro-silvestre e de faia: 86 ha;
  • Charneca: 183 ha.

 

A floresta é acessível a norte por caminhos públicos e privados. Contam-se 32 km de estradas e caminhos privados, metade dos quais adaptados de forma a permitir o acesso dos camiões porta-troncos.

O objetivo silvícola está correlacionado com a prática cinegética, conservando determinadas zonas da floresta como reserva de caça. Tendo em conta estes objetivos, a propriedade está dividida em duas partes distintas e vedadas e dispõe de portões.

A parte leste está atualmente reservada à caça ao javali, enquanto a parte oeste é consagrada às espécies de caça menor e aos cervídeos.

A propriedade possui dois aviários, uma linha de tiro segura de 1,5 km, numerosos postos e miradouros, bem como um espaço reservado ao treino de cães de caça.

 

Preço de venda F.A.I.: 6 550 000,00 euros (Honorários a cargo do vendedor)

 

Votre navigateur n'est pas à jour, votre experience sur le site ne sera pas opimale.